jusbrasil.com.br
15 de Agosto de 2022

De um dos membros do Jusbrasil

Como me fazer entender, se prosas e versos não têm teor jurídico e nunca são percebidos pelo jusbrasil!?

Rogério Silva, Teólogo
Publicado por Rogério Silva
há 2 anos

Aliás! Se alguém puder me responder por favor fiquem à vontade!

Minha questão se dar em como a maioria, pois creio que seja a maioria, não quero aqui ser inconsequente e muito menos prejudicar ninguém, e também não estou dizendo que elas não tenham o que nos ensinar, mesmo sem cunho jurídico, mas que a maioria das postagens "sem cunho jurídico", e bom frisar isto, e até "prosas" e "versos", não são detectados pelo Jusbrasil, mesmo sendo feito manual, como dizem. Mas creio que os parâmetros utilizados não estão claros, pois não condizem com as regras que insistem em que devamos ler, como se não lêssemos...

Gosto sempre de dizer que algumas coisas na teoria é tudo muito bonitinho, mas a prática demonstra as contradições e quem sabe, até os propósitos encobertos...

Vejam agora a mensagem que recebi e minhas considerações:

11 de janeiro de 2021

Olá, Rogério, tudo bem?

Seu artigo “Ideologia, Sexualidade e Ciência.” foi ocultado recentemente por um de nossos moderadores e, por isso, viemos explicar o motivo.

Aqui no Jusbrasil, são publicados artigos, notícias e modelos/peças que contenham conteúdo jurídico. O motivo da reprovação do seu texto é por não possuir temática jurídica. Caso você deseje tratar de assunto diverso do direito, ou de alguma área relacionada, é necessário ao menos uma abordagem jurídica para que ele seja aprovado.

Fazemos uma curadoria manual das publicações e, por isso, algumas podem passar despercebidas. Contamos com você para reportar as publicações que não estejam de acordo com nossas Regras, sempre que vê-las.

Sugiro a leitura rápida das nossas Regras de Publicação aqui no Jus:

https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/111561143/regras-para-publicar-no-jusbrasil

Se tiver qualquer dúvida, tô aqui para te ajudar!

Abraços,

..., Moderador da Comunidade Jusbrasil.

---

17 de Janeiro de 2021

Rogério Silva

Ola "Membro do Jusbrasil" tenho sim!

Mas não precisa me responder por uma mensagem direcionada a mim, respondam a mim como se estivessem respondendo a todos em forma de um artigo, prefiro assim.

Outra coisa, se as regras do Jusbrasil fossem mesmo justas, elas teriam detectados outros artigos que diferentes dos meus estão muito mais longes de terem cunho jurídicos!

Gostaria de saber o porquê de alguns textos poéticos que foram postados por outros usuários não foram pegos por vocês; é porque eles são "pro", é isso, eles pagam e aí tudo bem!?, Meus textos mesmo sem explicitar um artigo jurídico, mas o mesmo está implícito, bem diferente de textos poéticos que muitos dos usuários têm visto e outros postados. O problema é que estes não foram pegos pelos critérios de vocês. Como você explica isto!? Lembrem-se, são poesias ou simplesmente uma experiência e que estão longe de terem cunho jurídico...

E como disse, me respondam em um artigo não direcionado a mim apenas, mas a todos os usuários do Jusbrasil, eles também merecem uma satisfação...

Um abraço amado e fica com "DEUS"...

---

19 de Janeiro de 2021

Oi Rogério!

Como explicamos, a moderação de conteúdo é feita manualmente. Para identificar eventuais publicações em desacordo com as Regras, precisamos da ajuda da Comunidade para reportar esses conteúdos.

A seção de "Artigos" do Jus é para a publicação de artigos de cunho jurídicos e afins.

Mesmo quando a temática predominante não é jurídica, alguns assuntos tem certa relevância para o Direito e contribuem para nosso propósito.

Caso ainda tenha alguma dúvida, sugestão ou reclamação a fazer, pode entrar em contato conosco, ou ainda com nossa Analista de Comunidade, Juliana

(https://julianajennifer.jusbrasil.com.br/).

Um abraço!


Bom!

E aos membros do Jusbrasil, me deixem esclarecer algo.

Sei que um teor, mesmo que não tenha cunho jurídico tem sua importância, sua relevância, não questiono isto e muito menos se você é assinante ou não do site, isto para mim é irrelevante, mas passa a ser, quando há vários pesos em relação a algo que não deveria existir, e claro que quem é assinante deve ter seus privilégios de assinantes, mas que não deve este, dizer respeito à o que deva postar... O que questiono é que para mim, fica cada vez mais evidente pesos e medidas diferentes!

Pois tenho visto poemas, até de escritores famosos, mas sem teor jurídico e nenhum deles foram pegos pelos moderadores do Jusbrasil, mas o meu foi!

E mais, não creio ser necessário dizer que "a liberdade de expressão está garantido por lei" e que não deva existir discriminação por parte de quem quer que seja, mesmo sem mencionar um artigo sequer, pois todos sabemos que existe uma lei e que consta em nossa Constituição Federal tais prerrogativas, mas me parece mesmo que por aqui, se as coisas não forem bem explicadinhas, “nos míííínimos detalhes”, como nos diz o “Explicadinho”, o “Xorãozinho”, personagem do Marcelo de Nóbrega, alguns parece mesmo que nunca irão entender... Alguns tá amados, por favor não se ofendam!

Portanto, espero mesmo que me desculpem se causei inconveniência a alguns, mas nunca foi este o propósito, mas apenas esclarecer minha posição!

Um abraço amados e fiquem com “DEUS”...

Rogério Silva

Informações relacionadas

HZP ADVOCACIA, Advogado
Artigosano passado

Jusbrasil é Pago?

Daniel Murta, Advogado
Artigoshá 2 anos

Você não precisa ter medo de trabalhar de casa ou à distância

Fernando Ferreira, Estudante de Direito
Artigosano passado

Acabamos de Chegar no Jusbrasil

Sérgio Merola, Advogado
Artigoshá 7 meses

Como funciona a perícia em casos de cotas raciais em concursos públicos?

Beatriz Sales, Advogado
Artigoshá 9 meses

Como captar clientes pelo JUSBRASIL | Advocacia na prática

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Percebo que a informação e a explicação de um tema que faz parte da nossa sociedade e que faz parte do meio jurídico é censurada.
Tu, Rogério, passa uma informação e um parecer sobre o assunto em questão que está sobre a sociedade e faz parte da mesma.
Censurar uma informação?
Mas, parece lícito neste país publicações indevidas em redes sociais, programas de TV sem noção e outras coisas estranhas são normais e sem censuras.
Percebi muitas publicações no JUSBRASIL, que não tem cunho informativo e jurídico e portanto sequer são censuradas e continuam livres.
Percebo que no nosso país, o verniz só cobre a verdade do interior.
Parabéns Rogério por tu passar informação e nos ensinar.
Fique com a presença de DEUS. continuar lendo

Obrigado amado, pela interação e apoio!

Coincidência ou não, acabei de fazer uma reclamação neste sentido, no “pv”, através de mensagem a um dos administradores do site!

Um abraço e fica com "DEUS"...

Rogério Silva continuar lendo